Pages

sexta-feira, 14 de maio de 2010

De olho na gosminha

Você já percebeu que em alguns dias do seu ciclo você tem uma secreção (grudenta, cremosa ou como uma clara de ovo)? Não? Alguma vez você já foi ao seu ginecologista apavorada que estava com uma infecção vaginal e no final não era nada? É incrível que algo tão natural possa passar desapercebido e as vezes até ser confundido com uma doença. 

Você sabia que a secreção cervical (é um fluido produzido pelas células do colo uterino) pode ser um indicativo precioso do seu período fértil? É uma ferramenta e tanto para quem quer engravidar! Este muco, ou fluido, é de extrema importância para manter os espermatozoides vivos tempo o bastante para que eles cheguem ao óvulo.

Vamos para o básico! Vamos imaginar um ciclo, nos primeiros dias o que vai estar saindo é menstruação, os hormônios estão em baixa e as células do colo do útero estão bem quietinhas. Após o fim da menstruação os níveis de estrogênio começam a aumentar gradativamente, este hormônio ativa as células cervicais a começarem a produção do fluido. No início, lá pelo 10º dia do ciclo a secreção é pegajosa/grudenta e opaca. Com o passar do tempo (devido ao aumento nos níveis de estrogênio) o muco começa a ficar mais fluido e transparente, passando por uns dias mais cremoso até chegar ao ponto de clara de ovo. Este é o fluido de melhor qualidade para a manutenção dos espermatozóides e provavelmente aparecerá no dia da sua ovulação. Se você pretende engravidar esse é O dia, mas, se não quer se comprometer pelos próximo 18 anos, se previna, abstinência ou camisinha com espermicida.

Após a ovulação os níveis de estrogênio caem e quem passa a mandar é a progesterona. As células cervicais param de produzir o fluido e não há mais secreção até a chegada da menstruação.

E como você pode verificar o seu fluido cervical? Aqui é a parte que provavelmente vai fazer você pensar duas vezes antes de começar a controlar, mas depois que se torna um hábito é super simples. 

1) Comece a controlar o fluido cervical no dia após o fim da menstruação
2) Preste atenção na sensação vaginal! Você sente ela seca, grudenta ou molhada?
3) Tente verificar o fluido cervical toda vez que for ao banheiro. Você pode fazer algumas contrações vaginais durante o dia (enquanto lava a louça, espera o sinal de transito abrir, etc) para facilitar a saída do fluido.
4) Tente observar pelo menos 3 vezes ao dia, incluindo de manhã e a noite.
5) Esteja segura que você não está excitada, a lubrificação vaginal pode se confundir com o fluido cervical.
6) Aprenda a diferenciar sêmen do fluido cervical. O sêmen pode aparecer como como uma borracha esbranquiçada em filetes ou como uma espuma escorregadia. Ele é mais fluido, se rompe facilmente e seca na pele mais rapidamente. Já o fluido cervical tipo clara de ovo é bem cristalino, brilhante e extensível se colocado entre o polegar e o indicador. Para evitar confusão, faça contrações vaginais para eliminar o sêmen do canal vaginal.
7) Separe dos lábios vaginais e cheque a parte inferior da abertura vagina, perto do períneo, usando um papel ou os dedos. (lembre-se se for usar um papel, vá da frente para trás para evitar de trazer bactérias do ânus para a vulva).
8) Não olhe imediatamente para o fluido, primeiro use o tato para distinguir se ele parece pegajoso, cremoso ou escorregadio.
9) Afaste o polegar do indicador e perceba se algum fio é formado, e se sim que tamanho atinge antes de se romper.
10) Depois de fazer xixi, preste atenção na facilidade que o papel tem para passar entre os lábios. Sente seco, suave ou lubrificado?
11) Repare na sua calcinha. A clara de ovo, geralmente forma um círculo no forro devido a grande quantidade de água. Ou outros tipos de fluido farão um formato mais retangular ou linear.
12)  Quando perceber que está chegando a ponto de ter o fluido tipo clara de ovo, dê uma olhada no vaso sanitário depois de usá-lo. Este tipo de fluido é tão escorregadio que pode se perder enquanto você usa o banheiro. Na água o fluido tipo clara de ovo aparece como uma bolinha levemente nebulosa no fundo do vaso.
13) Se você não consegue diferenciar o fluido cervical do fluido vaginal lubrificante, a dica é que o fluido cervical é insolúvel em água. Para aprender, pegue uma amostra do fluido entre os dedos e mergulhe num copo com água. O fluido cervical forma uma bolinha que afunda, já a secreção vaginal se dissolve.
14) Repare também na qualidade e quantidade do fluido (por exemplo, cor, consistência e volume)
15) Depois de fazer o número 2, é bem provável que parte do fluido cervical tenha saído. Use um papel para limpar a vulva e outro para limpar atrás.
16) Se você tiver dificuldade de detectar o fluido cervical na saída da vagina o jeito é buscar na fonte. Após lavar as mãos você pode inserir os dedo no fundo da vagina e pinçar um pouco do muco. É preciso ter em mente que as sensações serão um pouco diferentes, uma vez que a sensação de umidade será constante.

Eu sei que pode parece assustador no começo, mas é muito fácil dar uma checada toda vez que vai no banheiro, não toma muito tempo.

Saber que você tem uma secreção de forma cíclica e conseguir relacioná-la com o seu ciclo é uma ferramenta poderosa. Tanto para não tomar um susto quando vai se limpar e vê uma gosma no papel quanto para no caso de realmente estar com alguma infecção saber identificar e diferenciar de secreções normais.

Se você usa contraceptivos hormonais que contém estrogênio é provável que possua uma secreção pegajosa do início ao fim da cartela, pois os níveis deste hormônio estarão relativamente baixos e constantes.

Estas informações foram tiradas do livro "Taking Charge of Your Fertility" da Tony Weschler, disponível na Amazon. Não tem tradução para português, mas eu super recomendo, para quem quer engravidar, para quem não se adapta com os métodos contraceptivos atuais, ou para quem quer saber se conhecer.

Agora dedos a obra, todo mundo olhando a melequinha!

4 comentários:

eucpaula128 disse...

Segundo uma amiga médica, isso só acontece com quem é viciada em masturbação.

Caos disse...

HAUEHUAHEUHAUEHUAHEUAHEUAHEUHAUEHAUEHUAHEUHAUEHAUE

O primeiro comentário é de rachar!!!

Que viagem na maionese TOTAL.

Quanto ao post, muito bom!

medicinavet_2010.2 disse...

Gostei muito dessa Pagina, tirei todas as Minhas Duvidas,agora vou ficar de Olho na Melequinha rsrsrsrs e espero que der Certo,

Queiciane Silva disse...

Ja vi um desses ..
esclareceu pra mim o que eh.
muito bom seu post.

Postar um comentário